terça-feira, 29 de novembro de 2011

O que você está esperando para começar a pedalar?

Quase todas as pessoas podem pedalar, poucas são as restrições. É necessário fazer alongamentos prévios (eu particularmente alongo pouco, mas aqueço bem antes de pedalar), principalmente os músculos das pernas, os glúteos, a zona lombar e o pescoço durante pelo menos 5 minutos, como se estivesse se espreguiçando (o pescoço é uma região que sofre muito em pedais mais longos, fazer exercícios que ajudem a fortalecer os músculos dessa região grande bastante)

Aumente progressivamente o tempo gasto em alongamentos, tanto para a bicicleta estática como para a bicicleta normal (eu sempre aqueço, mas tenho bastante preguiça de alongar muito — mas para quem gosta é uma excelente pratica). Caso prefira pedalar ao ar livre, lembre-se sempre de usar o protetor solar e os demais equipamentos de segurança como o capacete, luvas, refletores laterais, dianteiro e trazeiro (pedais noturnos), óculos para a proteção dos olhos, são imprescindíveis. 

Pedalar nos deixa com a mente mais sã - Quem andam de bicicleta regularmente é menos propenso ao estresse do dia-a-dia e males como a depressão. Antes de tomar antidepressivos, experimente pedalar, simplesmente curta o ambiente ao seu redor. 

O coração agradece - Pedalar reduz as taxas de colesterol e pro conseqüência o risco de enfarte em cerca de 50%. 

Dores nas costas é coisa do passado - O ciclismo estimula os pequenos músculos das vértebras dorsais, fazendo com que se estendam e comprimam constantemente. O ciclismo, na maioria de suas modalidades, produz pouco impacto às articulações. Desta forma, pedalar é um presente para os joelhos – pedalando, os seus joelhos ficam protegidos, já que mais de 70% do corpo gravita sobre o selim. Para a mulherada é excelente, porque as coxas e os glúteos endurecem. 

Diminui o risco de infecções - O exercício físico estimula o sistema imulonógico e aumenta o número de glóbulos brancos, ajudando o organismo a se defender de vírus e bactérias. 

Poupa tempo e dinheiro - Já pensou em utilizar a bicicleta para os seus deslocamentos urbanos (a exemplo do que já ocorre em muitas cidades européias)? Mais que ser um exercício saudável, pedalar faz com que sua caderneta de poupança aumente significativamente, já que é o meio de transporte bem mais econômico, principalmente se compararmos com o automóvel. 

Entre as vantagens, de pedalar podemos destacar: 
· O valor de uma boa bicicleta é 30 vezes inferior ao de um carro médio. Fora o custo mensal de manutenção, combustível, impostos e etc., imagine o que você faria com o valor economizado nas despesas com o automóvel. 
· A utilização a bike como meio de transporte permite escapar dos engarrafamentos e reduz o tempo nos deslocamentos. 
· Promove um bom estado de saúde e, por conseguinte, diminui a necessidade de recorrer a medicamentos. Olha o dinheiro sobrando ai! 

Plano para andar de bicicleta 
- Tente conseguir no mínimo, três horas por semana para andar de bicicleta. Os benefícios desta prática começam a ser visíveis depois dos primeiros 20 minutos de pedalada.

Veja os resultados que você consegue pedalando durante: 
10 minutos – Melhoria articular 
20 minutos – Reforço do sistema imunitário 
30 minutos – Melhorias a nível cardiovascular 
40 minutos – Aumento da capacidade respiratória 
50 minutos – Aceleração do metabolismo 
60 minutos – Controlo de peso e ação anti-stress 

Então galera. Pedale!!!

Pelo seu corpo:
Andar de bicicleta oferece muitos benefícios à saúde. Aqui estão apenas alguns: 
Aumento da aptidão cardiovascular, aumento da força, equilíbrio e flexibilidade, aumento de resistência, um maior número de calorias queimadas 
Isto pode ser feito por pessoas de todas as idades, desde a infância até a fase adulta, quando as articulações doloridas já não lhe permitem o jogging. 

Pelo seu estado de espírito: 
Andar de bicicleta é um libertador de stress comprovado. Independentemente de você andar puramente por prazer ou por uma finalidade específica, você chega ao seu destino sentindo-se relaxado, energizado e feliz sobre o mundo e sobre si mesmo. 
Além disso, estar fora de casa na sua bicicleta é simplesmente divertido. Quanto mais tempo gastar em duas rodas, menos tempo passa stressado. 

Pela sua comunidade: 
Andar na sua bicicleta é igualmente bom para as pessoas em seu redor. Você é capaz de chegar a lugares que quer ir evitando a circulação de mais um automóvel na estrada. O ruído do automóvel simplesmente não existe com a bicicleta, e além disso, pode efectuar um contacto directo com a população dos locais por onde passa com maior facilidade. Da minha bicicleta eu posso cumprimentar um vizinho, dizer olá a uma criança ou até sentir o cheiro aos cozinhados que inundam as ruas por onde passa nas horas de refeição. Andar de bicicleta não prejudica o ambiente. Não há escape poluente, não consome petróleo nem gás. E mais, a energia e os materiais utilizados para a fabricação de um automóvel podem ser usados para criar uma centena de bicicletas. 

Por Conveniência 
Há um inegável fator de conveniência que descobrirá quando andar de bicicleta. Espaços de estacionamento diário são garantidos, onde quer que você vá. Engarrafamentos também são irrelevantes, embora os carros certamente farão melhor tempo em viagens longas, você encontrará na bicicleta a solução para muitas viagens curtas ou para viagens com tráfego intenso. Alguma vez foi a um evento que atrai muitas pessoas onde chegar lá é um problema? Ir numa bicicleta é uma solução perfeita. Você não tem que chegar lá cedo para conseguir um lugar de estacionamento, ou estacionar a quilómetros do evento, e quando acabar, é só pegar na bicicleta e regressar, sem ter que esperar que toda a gente tire os seus carros para poder sair também. 

Pelo seu bolso 
Custa entre 20 e 30 cêntimos por quilómetro para operar um carro, dependendo do veículo. Isto é baseado em despesas como combustível, óleo, manutenção, etc., que aumentam conforme aumenta a duração do seu período ao volante. Este número não inclui os custos ocultos de propriedade de veículos como impostos e seguros. Quando começar a multiplicar o custo por quilômetro a operar um carro pela distância que vai passear, pode facilmente calcular quanto dinheiro vai poupar por andar de bicicleta. Por exemplo: o meu trajeto diário de ida e volta é de 16 quilômetros. Se eu for de bicicleta apenas duas vezes por semana, vou economizar mais de 400€ em custos operacionais apenas num ano. (16 kms x 2 viagens por semana x 52 semanas x 0,25 cêntimos por quilómetro.) E nem sequer estamos a incluir pagamentos de portagens, estacionamentos ou multas. Pense só no que pode economizar.

Fonte: emforma.net
dragteam.info

Nenhum comentário: