sexta-feira, 24 de junho de 2011

Quantos Mais Terão Que Partir?


De uma forma ou de outra o ciclismo no Brasil, bem como o uso da bicicleta como uma alternativa para enfrentar o caos no transito nas grandes cidades vem ganhando cada vez mais espaço nas reportagens das principais televisões do país.

No domingo passado (19/06), no programa “Fantástico” da rede Globo, destacou o caso do atropelamento do empresário e ciclista Antônio Bertolucci, de 68 anos. Obvio que o caso ganhou uma projeção maior na mídia devido o fato de Antônio ser um grande empresário de nosso país.

Na mesma reportagem que trata da morte de Bertolucci, destaca que somente no ano de 2010 49 ciclistas morreram atropelados na capital Paulista; trata também da morte de um comerciante de 60 anos em Fortaleza, atingido por um carro ao voltar para casa e do ciclista atropelado no Rio por um taxi roubado que invadiu a calçada.

O que vejo é que apesar das tragédias acontecidas, começo a perceber uma preocupação que antes não existia por parte das pessoas, muito menos dos veículos de mídia com relação à pedestre e ciclistas. Percebo que há um principio de boa vontade de tentar aceitar a bikes como sendo uma alternativa para desafogar o transito caótica da médias e grandes cidades.

Destaque na reportagem para a excelente iniciativa dos Bike Anjos em São Paulo.



Nenhum comentário: